domingo, 12 de abril de 2009

O VINHO NA COZINHA

O vinho é fonte de prazer para quem consome e um companheiro inseparável da gastronomia. O vinho acrescenta cor à mesa, na boca realça o sabor dos pratos e durante os almoços e jantares sociais, estimula o papo inteligente e principalmente o bom humor. Para nós cozinheiros, ele é extremamente útil. Ao longo dos séculos, os chefs das mais diferentes culturas utilizam o vinho para ressaltar o sabor dos pratos e amolecer carnes. Participa do preparo de sopas e refresca as sobremesas de frutas. Retira-se o vinho das receitas e o ato de cozinhar se torna triste. Enfim, o repertório de recitas com vinho é praticamente infinito. Todavia, cozinhar com vinho não é tão simples assim. Deve-se, em primeiro lugar, utilizar apenas panelas de inox ou esmaltadas, pois a de alumínio, cobre ou ferro reage com o ácido do vinho e passam um sabor metálico para os alimentos em cocção. Também não basta por qualquer vinho na panela. Existe o tempo certo para o álcool evaporar, a fim de não deixar a comida com sabor desagradável. Se abusar da quantidade, a comida ficará ácida. O segredo está em não permitir que o álcool e a acidez do vinho, estraguem o prato principal. Lembre-se que para retirar o álcool não há necessidade de fervura, pois ele se torna volátil a 78ºC. O tempo vai depender dos outros ingredientes que estão dentro da panela. Enfim, o vinho pode ser utilizado em qualquer prato, desde caldos e molhos, até em pratos de sopa, grãos , aves, massas, carnes, peixes e porque não em sobremesas. Para o nosso leitor e gourmet, ofereço uma receita onde o vinho tinto seco é um dos ingredientes fundamental do prato. Bom Apetite!!! Risoto al Funghi Ingredientes para 4 pessoas: 2 xícaras de arroz arbório (arroz italiano), sem lavar 8 colheres de sopa de manteiga sem sal 1 cebola média picadinha 8 xícaras de caldo de carne 50 g de funghi porcini secci ¾ de xícara de vinho tinto seco 3 colheres de sopa de salsinha fresca picadinha ¾ de xícara de queijo parmesão ralado sal e pimenta do reino a gosto Modo de Preparo: 1 – Coloque os funghi porcini de molho em 2 xícaras de água quente por ½ hora. Escorra, lave, corte em pedaços e reserve. Passe o líquido que restou dos cogumelos por um coador de papel e também reserve. 2 – Ferva o caldo de carne e mantenha-o aquecido. 3 – Numa panela de inox de boca bem larga, em fogo médio, derreta 6 colheres de manteiga. Acrescente a cebola picadinha, a sálvia e refogue por cerca de 3 minutos, sem deixar a cebola dourar. Junte o arroz italiano e mexa sem parar para que ocorra a tostatura dos grãos e os mesmos fiquem envoltos em uma fina camada de manteiga, uns 3 minutos. 4 – Acrescente o vinho tinto seco, deixe o álcool evaporar, cerca de 2 minutos. Junte os cogumelos e aos poucos vá acrescentando o caldo de carne, concha a concha, sem deixar secar, para que o arroz possa ir absorvendo caldo. Esse processo irá demorar 10 minutos. Corrija o sal. 5 – Retire a panela do fogo, junte a salsinha picada, o parmesão ralado e duas colheres de manteiga gelada. Misture bem e sirva imediatamente. 6 – O vinho indicado para acompanhar este risoto é o vinho tinto do Piemonte. Bom Apetite.

Um comentário:

  1. olhando a receita parece facil ,rsrss mas cozinhar e uma arte que não domino
    quem sabe pegando umas aulas com o cheff PEco

    ResponderExcluir

Obrigado pelo cometário. Em breve será publico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...