sexta-feira, 26 de junho de 2009

PANNA COTTA

Panna Cotta mais do que uma sobremesa italiana, é uma sobremesa internacional. Confeccionada com natas (creme de leite fresco), leite, açúcar e baunilha, aceita inúmeras variações, significa literalmente "nata cozida". Atualmente substitui-se parte das natas gordas que levaria originalmente, por gelatina, adquirindo, de forma light a sua consistência de pudim. Nesta sugestão usei como cobertura creme de vinagre de Modena, também uma especialidade italiana. Este vinagre é obtido por redução a 30% do mosto de uvas Trebbiano, envelhecido em barris de madeira, no mínimo 12 anos, fermentado, obtendo-se um autêntico creme muito aromático e caríssimo! Garrafas de 100ml podem custar 400 euros. Claro que o que compramos no supermercado é bem mais barato, não tem nada a ver com o tradicional DOC, resulta de mistura com vinagres de vinho adocicados. Este último costumo usar para temperar saladas com azeite. Para além do vinagre balsâmico existe o creme de vinagre balsâmico natural ou aromatizado que resulta da adição de espessantes. Esta cobertura pode ser usada também em sorbet de baunilha. O contraste do doce e do ácido saboroso do vinagre é inconfundível. Usei o creme de vinagre balsâmico de framboesa. Fiz assim...
PANNA COTTA DE BAUNILHA COM VINAGRE BALSÂMICO
INGREDIENTES:
200ml de natas
300ml de leite
50-75g de açúcar baunilhado ou açúcar
3 folhas de gelatinas incolor
1/2 vagem de baunilha (usar em vez do açúcar baunilhado)
creme de vinagre balsâmico de Modena aromatizado
Modo de Preparo:
Hidratar as gelatinas em água fria. Numa caçarola misturar as natas, o leite, o açúcar e a vagem de baunilha. Levar ao fogo até levantar fervura, mexendo. Retirar a vagem. Dissolver as folhas de gelatina escorridas. Mexer e verter em formas pequenas. Levar ao congelador de um dia para o outro. Desenformar as panna cottas mergulhando alguns segundos as formas em água quente. Salpicar, apenas, com o creme de vinagre.
DICAS: Pode-se preparar o creme de vinagre balsâmico em casa fervendo algum vinagre balsâmico de Modena, numa caçarola destapada, deixando evaporar e engrossar, obtendo um creme que pode ser adoçado ou aromatizado;
A qualidade das natas influencia esta sobremesa, tanto no sabor como cor, podendo ficar amarelada;
Existe à venda creme de vinagre balsâmico com vários aromas, sobretudo: framboesa, morango, cereja, laranja, ou o natural;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo cometário. Em breve será publico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...