sexta-feira, 18 de setembro de 2009

COZINHA DO VÔ JARBAS

Infelizmente minha avó materna faleceu muito cedo quando eu tinha apenas 4 anos. Mas por outro lado houve uma enorme compensação, pois meu avô Jarbas, meu padrinho também, veio morar conosco. Homem da roça, porém muito elegante e sóbrio, detinha a arte de cozinhar. Comida simples é verdade, mas de um sabor que tenho na minha memória até hoje. Originário de São José do Rio Pardo, cidade que devido a sua proximidade com o sul de Minas Gerais, sofreu deste estado uma influência muito grande na sua gastronomia. Não tenho dúvida, que pela ausência de preconceitos quanto ao homem cozinhar, aprendi com meu avô os primeiros passos culinários, é sim, aquele arroz com alho, feijão com um pedaço de toucinho e algumas folhinhas de louro. E o pão caseiro que esse meu avô fazia: Nunca mais encontrei algo que pudesse lembrar aquele sabor. Que saudade do meu avô. Espero que ele possa ver que segui os seus passos, inclusive no fogão a lenha. Lembro-me que não podia faltar arroz, feijão e o angu mineiro, assim, em homenagem ao meu avô Jarbas mando-lhes uma receitinha básica da iguaria mais simples das Minas Gerais:
ANGU MINEIRO
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de água
6 colheres (sopa) de fubá
Modo de Preparo:
Coloque a água para ferver e adicione três colheres de fubá. Mexa, em círculos, com uma colher de pau e deixe cozinhar até que se forme um mingau. Depois de cozido, acrescente o restante do fubá aos poucos, mexendo sempre até que o angu fique bem cozido, soltando do fundo da panela.
Vire em uma forma umedecida e sirva com uma bela galinha ao molho. Lembro-lhes que o angu mineiro tradicional não leva sal, mas isso é uma opção de quem vai fazer. Bom apetite a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo cometário. Em breve será publico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...