terça-feira, 7 de setembro de 2010

PORCO NA LATA

Foto: Imagem

Tenho dito sempre que sou adepto da gastronomia de raiz. Na minha coluna no portal Campinas.com já publiquei matéria sobre o tema. Hoje falo um pouco sobre gastronomia afetiva. Mas o que é isso? simples, é aquela culinária de família, cujos pratos nos remetem às avós, tias e mães de todo nós brasileiros. Gastronomia essa do tempo do porco na lata. Época que por não ter acesso a energia elétrica e muito menos a uma geladeira, para conservar a carne, os cortes, depois de fritos, eram armazenados em latas cheia com a banha do próprio animal. Hoje em dia não tenho notícia de algum lugar onde possa existir esse tipo de procedimento, talvez interior de Minas Gerais. Mas se tiver oportunidade, não exite em experimentar. Se você preferir fazer em casa, eu ensino.

PORCO NA LATA

Ingredientes:

5 kg de pernil
5 kg de costela
3 kg de lombo
2 kg de linguiça
15 kg de toucinho
2 cebolas picadas
8 dentes de alho espremidos
3 folhas de louro
2 limões (suco)
sal
pimenta calabresa ou malagueta à gosto.
1 lata de 20 litros.

Modo de Preparo:

Em uma vasilha plástica ou de inox, misture a cebola, o alho, o limão, o louro, o sal, pimenta e misture a todos os corte da carne (menos o toucinho) neste tempero, cubra e deixe marinar durante a noite. Pique todo o toucinho, reservando 1 kg para fritar as carnes. Depois de fritar as carnes, reserve-as. Em uma panela grande, derreta o toucinho picado. Enquanto isso, transfira as carnes para a lata. Derrame a banha derretida até cobrir totalmente. Está pronto. Depois que esfriar, a carne ficará "lacrada" na banha. A validade será o tempo da engorda do próximo porco. rsrs.

Um comentário:

Obrigado pelo cometário. Em breve será publico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...